Cheguei no limite

Sim, sim andamos no limite do cansaço, do saco cheio, da saudade, da vida social, das viagens, das baladinhas, do beijo na boca, do sexo …

Calma #vaipassar como tudo na vida, não é mesmo?

Conversei com algumas mulheres para dar dicas gostosinhas pra gente se manter lucida, feliz, sim tem como, confiante, criativa vivendo um dia de cada vez experimentando novos formatos pra lidar com a #pandemia

Acredito que nada é por acaso. Sou otimista e sempre vejo o lado positivo em tudo.

#soudessas

Bora lá!

“Se reinventar.”

 “ Olhar para dentro e agradecer.”

 “Eu ouço música e fico olhando o quintal da minha casa com uma cervejinha na mão.”

“Parar total. Estacionar. Sentar. Analisar. Observar. Navegar. Sem emoção e sem impulso.”

“Tomo um banho de alecrim com sal grosso, faço massagem nós pés com óleo de salvia.”

“Pra mim foi mergulhar na escrita, voltar a desenhar mais e…muito recente: Perceber que lido muito, muito mal com o sentimento de raiva.”

“Dançar, todos os dias.”

“Isso também passa.”

“Se conectar com o que faz bem.”

“Me afastei de gente tóxica.”

“Todas as vezes que acho que sinto que vou  pirar, paro fecho os olhos e respiro três vezes profundamente.”

A poesia está cada vez mais presente na minha vida.

Ela acolhe, ensina e preenche o coração de esperança e amor! “Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.”
Cora Coralina

Deixe comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.