TAIOBA REFOGADA COM PINHÃO  POR CRIS SCHITTINI

Taioba é PANC? Tem gente que acha que não, porque tem no quintal e consome com frequência, entretanto, como não se encontra para vender e comprar com a mesma facilidade que um alface, ela é sim, considerada uma PANC.

De qualquer forma, preparar taioba não tem mistério e ela tanto pode, quanto deve, ser uma folhosa costumeira das nossas refeições. Tanto as folhas quanto os rizomas são comestíveis, mas como possuem oxalato de cálcio, é sempre bom cozinhar bem, para que não cause coceira. Porque quando pinica na garganta é bem desagradável. Depois que você cozinhar/branquear/escaldar as folhas, você pode utilizá-las em qualquer preparação que você costuma fazer com o espinafre.

Pois bem, comida comigo tem que ser prática e rápida e que dá para incluir no cardápio diário de uma família, afinal de contas, quando se mora na roça, não temos as facilidades do IFOOD (risos).

A taioba é uma herbácea tuberosa nativa de Minas Gerais, seu nome científico é Xanthosoma taioba e seus entre seus poderes nutricionais, encontramos proteína, lipídios, Ca, Mg, Mn, P, Fe, Na, K, Cu, Zn, vitamina C, alfacaroteno, betacaroteno, luteína violaxantina. Ela é rica em Vitamina A, Vitaminas B1 e B2.

Vamos a receita:

INGREDIENTES

  • 5 folhas de taioba
  • 250 g de pinhão cozido ao dente (na verdade é a gosto, se quiser mais ou menos, mete bronca!)
  • Azeite
  • 2 dentes de alho
  • Noz moscada ralada na hora
  • Sal a gosto

MODO DE PREPARO

  • Em uma panela colocar água para ferver. Será usada para escaldar as folhas da taioba, e separa uma vasilha com água bem gelada, para interromper o cozimento depois de escaldar;
  • Higienizar as folhas e rasgar as folhas, nessa receita não iremos usar as nervuras ou talos (vide foto);
  • Escaldar as folhas e colocar na água gelada, assim conserva a cor de verde intenso;
  • Pique as folhas de taioba, mas não muito pequeno para não virar patê;
  • Descasque os pinhões e pica na ponta da faca, ou seja, bem pequeno;
  • Em uma frigideira, coloque um fio de azeite, rale os alhos descascados e acrescente os pinhões;
  • Assim que dourarem, acrescente as folhas de taioba e mexa com um garfo ou pinça de cozinha para soltar as folhas;
  • Rale a noz moscada a gosto e coloque o sal.

Sirva em uma louça divina e delicie!

Se sobrar, dá para aproveitar em uma sopa de batatas de noite.

Deixe comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.