02 set
por Patida Mauad 0 Comentários

Minha avó libanesa

Queridxs e amores aqui presentes.

Noite passada minha avó libanesa, mãe do papai, veio me visitar. O sonho foi em preto e branco digno dos filmes de época.

Amo imagens preto e branco, elas são mais expressivas, mais reais, cores, às vezes, podem fantasiar os momentos tirando a beleza singela da realidade.

#reflexao

Mas a história aqui é o sonho. Ela estava linda, tranquila, plena, sua pele jovial, seus cabelos grisalhos mais curtos, brilhantes, vestia sua tradicional túnica preta levemente acinzentada desbotada pelo tempo. Chegou silenciosa me olhando profundamente, me aproximei ela sorriu suave, ficamos abraçadas por todo o tempo desse encontro.

Eu dizia encantada: Você está linda vó, ela sorria. Sempre fui apaixonada por ela.

Lembro-me da sua única fala no sonho… Seu pai está bem.

Seus olhos brilhavam e me olhavam com tanto amor.

Passei o dia com seu olhar, meu coração aquecido, confortável.

Eu sei por que ela veio me visitar.

Vovó foi à prova de resistência, amor, doçura, fortaleza. Uma mulher sofrida que nunca perdeu a gentileza, a amorosidade, bondade, alegria e generosidade.

Em tempos difíceis são esses meus maiores desafios. Sei que ela veio para me fortalecer, mostrar que a distância não existe que a morte é só passagem, o que fica são as forças que generosamente nos ensinaram. Que seguir em frente faz parte para sermos livres, que viver é a maior dádiva. Que desafios são gotas d’água no oceano.

Obrigada avó Marina tenho muito orgulho em ser sua eterna neta.

Te amo!

Confira os posts relacionados

Deixe seu comentário

instagram
No images found!
Try some other hashtag or username
© 2020 Patida MauadDesenvolvido com por