11 nov
por Patida Mauad 0 Comentários

Foi na Rua Japurá

Quando 23 anos e meio acontece na mesma rua.

Paro e penso.

Não foi só isso, estamos falando dos anos 80, fervidos em SP, onde aos 23 anos iniciei, verdadeiramente, uma vida louca vida maravilhosa.

Meu sonho sempre foi ir atrás da liberdade. Aquela que permite que faça tudo, sem julgamento. Aquela que proporciona uma vida sexual livre, de experimentar tudo que passava pela frente, aquela que te mostra o tanto que você pode aprender, escolher exatamente qual e como será sua caminhada. Período de muitas experiências fantásticas.

Foi assim.

Minha casa era linda, foi construída em 1943 e é até hoje, tombada pelo Patrimônio Histórico, toda original preservei tudo até quando fiquei por lá, três andares, colorida com um mini jardim, tinha rede, chuveirão de agua gelada. Nos fins de semana era uma festa. Chegava a juntar turma de 10 para a “praia” de fim de semana. Nome dado por eles minha família escolhida.

Tinha gente do Sul, cariocas, mineiros, paulistanos, virava e mexia chegava uns gringos. Minha casa foi porto seguro para muitos amigos e hospedes. Eu sempre soube que seria assim. Sempre fui mãe de amigos, a terapeuta da turma, rs. Quando se separava do namorado ia lá pra casa, brigava com a mãe ia lá pra casa, separava do marido ia lá pra casa, ficava triste ia pra lá, se chateava no trabalho idem, não tinha onde morar ficava uma temporada, rs. Eu amava tudo isso.

Na casa dos meus pais era assim, uma herança de amor e generosidade.

As festas de aniversário foram tomando uma dimensão até que tive que levar pra casas noturnas e grandes espaços onde cheguei a colocar 300 e muitas pessoas. Em casa cheguei a ter 90 ou mais convidados distribuídos nos andares de baixo. Os quartos não eram liberados e os convidados sabiam disso eventualmente subia a “diretoria”.

Essa casa foi histórica nos anos 80 e nos seguintes.

Foi ponto de encontro de artistas, músicos, intelectuais, jornalistas, fotógrafos, estilistas, cineastas, atores e por ai foi. Foi locação de muitos editoriais de moda e capa de revista, filmes publicitários.

Sempre passo por lá ainda tenho amigos vizinhos que moram na rua.

Depois de 24 anos em SP resolvi que era hora de sair da cidade.

A casa ainda ficou por 2 anos alugada até que vendi.

Mas essa é outra história.

Teremos serie Japurá. Por que sim e no decorrer você vai entender!

Sou mineira, mas meu coração é paulistano.

Confira os posts relacionados

Deixe seu comentário

instagram
No images found!
Try some other hashtag or username
© 2020 Patida MauadDesenvolvido com por