20 jun
por Patida Mauad 0 Comentários

Capítulo I

O sonho

Um fim de semana em Itamonte, na fazenda da amiga Denise, aonde fui meditar, saborear a natureza, ler e sentir a vida calmamente.

Foi em um final de tarde, lendo o Dalai Lama, que cochilei e acordei com a imagem nítida da “minha casa”. Na verdade, uma casa que não existia, ainda.

Sentei, -sempre que viajo tenho ao meu lado um bloquinho e caneta-,  e “rafiei” um desenho nu e cru.

O sentimento imediatamente foi de “um dia vou construir essa casa”.

A partir daquele dia, foi montada a pastinha, sim uma pastinha, com todas as imagens que me seduziam, alguns rabiscos de desejos, referências das minhas viagens e assim foi por uns 18 anos.

Foto: Rui Mendes 

Confira os posts relacionados

Deixe seu comentário

instagram
© 2018 Patida MauadDesenvolvido com por